Walmart abre mais de 2 mil vagas temporárias

Padrão

Para atender o aumento da movimentação nas lojas no final do ano, o Walmart Brasil abre mais de 2 mil vagas temporárias. As oportunidades são para os centros de distribuição da empresa das regiões Sudeste, Sul e Nordeste.
As vagas oferecidas são para as funções de auxiliar de operações, conferente e separador.

Para concorrer, é preciso  ter ensino médio completo e disponibilidade de horário. Não é necessário ter experiência para participar do processo de seleção.

Os interessados devem cadastrar currículo no site do Walmart Brasil http://www.walmartbrasil.com.br/carreiras/trabalhe-conosco .

Empregados na Índia e Colômbia têm maior número de feriados

Padrão

Empregados na Índia e Colômbia se beneficiam do maior número de feriados do mundo, enquanto que os mexicanos têm acesso ao menor, de acordo com os dados da Worldwide Benefit and Employment Guidelines da Mercer. O relatório é utilizado por diretores de RH de empresas multinacionais para ajudar a definir as políticas de benefícios dos empregados nos países ondem operam. Ele fornece uma visão geral das práticas de benefícios mandatórios e privados, normas legais e condições empregatícias nas 64 principais economias. Os dados também mostram que os empregados do Reino Unido recebem o segundo menor subsídio de feriados e têm direito a apenas oito dias por ano.

Ellyn Karetnick, Líder da Prática de Mobilidade Global da Mercer no Reino Unido, comentou: “Ter a informação sobre as práticas de feriados públicos e das empresas é importante para aqueles que lidam com expatriação de empregados. Mudar empregados para o exterior é essencial para ajudar as empresas a desenvolverem mercados locais. Se os benefícios – como tempo de férias – que um empregado possuía em seu país de origem não são comparáveis aos do novo local, isso poderá, então, impedir o empregado de aceitar o novo posto. O negócio irá sofrer.”

“O número de feriados é flexível, então os dados realmente mudam ano-a-ano; os países geralmente têm feriados a cada quatro anos ou pontuais para eventos culturais ou religiosos específicos, e alguns países deixam as decisões finais para os governos locais. Os dados enfatizam as complexidades envolvidas – apenas nesta pequena área de benefícios – para aqueles que gerenciam uma força de trabalho globalmente móvel. Para que a liderança de RH aplique a política e tome as decisões mais eficientes em nome da empresa e de seus expatriados, avaliação precisa e oportuna das práticas é vital.”
Europa, Oriente Médio e África (EMEA)
A Finlândia tem a oferta mais generosa de feriados (15) na Europa, seguida pela Espanha (14), enquanto que Hungria, Reino Unido e Holanda têm a menor (8).

A Áustria tem 12 dias de feriados enquanto que a Suécia, Itália, França e Dinamarca fornecem 11 feriados aos empregados. Bélgica, Luxemburgo, Noruega e Portugal todos têm dez. A Alemanha tipicamente celebra nove feriados, mas isso varia entre os estados (Bundeslӓnder), então alguns empregados podem ter até 13. Curiosamente, Noruega e Suécia não contam a véspera de Natal e a véspera de Ano Novo como feriados, apesar de serem tratados como tais pelos empregadores.

Na Europa Central e Oriental (CEE), o Governo turco determina o maior número de feriados (14.5), seguido pela Rússia (14) e Eslováquia (13). A República Tcheca e a Lituânia têm ambas 12 feriados, seguidas pela Croácia (11), Polônia e Ucrânia (10) e Sérvia e Romênia (9).

“Um subsídio menor de férias legais fornecidas aos locais geralmente é compensado por uma provisão mais substancial de feriados e vice-versa, por exemplo, as Filipinas têm direito a um mínimo de 5 dias de férias legais, mas 14 dias de feriados,” disse Karetnick. “Os países querem atrair investimentos, mostrando que possuem uma força de trabalho produtiva e disponível. Portugal, por exemplo, tomou a drástica medida de suspender quatro dos feriados do país numa tentativa de aumentar a produtividade e enviar uma mensagem a possíveis investidores.”

No Oriente Médio e África (MEA), os Emirados Árabes Unidos são o país menos generoso com nove feriados. Por outro lado, Marrocos tem um subsídio muito maior, com 14 feriados.

Américas
Na América do Norte, o Canadá fornece o maior número de feriados (11), apesar de variar por província. O Governo dos Estados Unidos fornece 10 feriados federais; contudo, as empresas privadas não são obrigadas a permitir que seus empregados tirem esses dias de folga.

A América Latina possui a provisão mais alta e mais baixa de feriados do que qualquer outro país pesquisado. A Colômbia tem o número mais generoso de feriados (18), enquanto que o México tem o menor (7). Argentina e Chile têm 15 feriados e o Brasil oferece 12.

Ásia Pacífico
Os empregados na Índia têm (junto com a Colômbia) a provisão mais alta de feriados do mundo (18). Austrália e Nova Zelândia ditam menos feriados do que a média da região com nove e 11 respectivamente. Tailândia e Coréia do Sul oferecem 16 feriados, seguidas pelo Japão (15), Indonésia, Malásia e Filipinas (todos 14). Paquistão (13) é seguido por Hong Kong e Taiwan (12 cada). Vietnã (10) tem o número mais baixo de feriados da região, abaixo da China e Cingapura com 11 cada.

Experiência vale mais que formação

Padrão

Um estudo desenvolvido pela Randstad Global em 32 países, incluindo o Brasil, mostra que para a grande maioria dos profissionais a experiência profissional é fator mais relevante para se conseguir um novo emprego do que a formação acadêmica. Para 81% dos pesquisados no relatório trimestral Randstad Workmonitor, a experiência conta mais do que educação na hora de buscar uma nova posição no mercado. Esse dado é mais expressivo em países, como a China (92%), Índia e Reino Unido (ambos 91%).

O conceito também se aplica aos jovens, porém em menor extensão: 69% acreditam que a experiência é mais importante para os funcionários mais novos. As exceções são Dinamarca e Noruega, onde metade dos empregados não estão convencidos de que experiência pese mais que a formação. Ao mesmo tempo, funcionários da China (90%), Turquia (85%) e Reino Unido (82%) endossam a afirmação de que para os jovens, experiência é mais importante do que a educação.

Encontrar um emprego: mais difícil para o mais novo ou o mais velho? Ou para ambos?

Quase dois terços dos entrevistados acreditam que é mais difícil para os jovens com menos de 25 anos encontrar um emprego adequado.  À medida que os funcionários concordam com esta afirmação, percebe-se que suas opiniões correlacionam-se com a difícil situação econômica de seu país: a Grécia recebeu a classificação mais elevada (91%), seguido por Itália e Espanha (ambos 89%), enquanto Cingapura (44%), Alemanha (50%) e Noruega (51%) concordaram minimamente com a afirmação.

Para os trabalhadores mais velhos, parece ser ainda mais difícil encontrar um emprego do que para os mais jovens: quase nove em cada dez funcionários em todo o mundo acreditam que é muito difícil para este grupo. Esta pontuação é especialmente elevada na República Checa (97%), Grécia e Hungria (ambos 96%). Os países com as menores taxas na pesquisa, porém ainda razoavelmente elevadas, são a Noruega (76%) e Índia (79%)

Makro seleciona 10 trainees para negócios

Padrão

Está em busca de uma oportunidade nas áreas administrativas e comerciais? Pois bem, veja a proposta do Makro. A iniciativa é voltada aos recém-formados (entre dezembro de 2011 a dezembro de 2013) dos cursos de Administração, Economia, Publicidade e Propaganda ou similar. As vagas disponíveis contemplam experiência nas áreas de negócio do Makro, de forma a permitir aos jovens que conheçam melhor o funcionamento da empresa no dia a dia e discutam estrategicamente ações comerciais que garantam a sustentabilidade do negócio. Durante o período de treinamento, realizado nas Lojas do Makro, o trainee passa por todas as áreas. Já no Escritório Central, eles têm a oportunidade de vivenciar as rotinas das áreas Comerciais e outras áreas estratégicas do negócio, por meio de job rotation.

Todas as fases do processo seletivo serão realizadas na matriz do Makro, em São Paulo. Os currículos recebidos passarão por uma triagem e os candidatos selecionados serão submetidos a um processo seletivo de quatro etapas: testes online, dinâmica de grupo, painel de negócio e entrevistas individuais.Em média, são abertas 10 vagas por Programa de Trainee, número que pode variar de acordo com o potencial dos entrevistados.

Além da remuneração mensal, os candidatos selecionados terão direito aos seguintes benefícios: refeição e academia no local, estacionamento ou vale transporte, assistência médica e odontológica e participação nos lucros conforme acordo coletivo assinado pelo sindicato da categoria.  

Serviço:

  • Programa de trainees 2014 –  Makro Atacadista
  • Período de inscrições: De 28/04 a 30/06 pelo site www.makro.com.br
  • Pré-requisitos: recém-formados (entre dezembro de 2011 a dezembro de 2013) dos cursos de Administração, Economia, Publicidade e Propaganda ou similar.
  • Vagas:  Aproximadamente 10, para o Estado de São Paulo. Este número pode variar de acordo com o nível dos candidatos. 

Sobre o Makro

Presente no Brasil há 42 anos, o Makro é líder no mercado atacadista no sistema de autosserviço e tem como objetivo ser o mais eficiente canal de abastecimento dos clientes profissionais, principalmente os pequenos varejistas e transformadores de alimentos.

Parte do grupo holandês SHV, o atacadista possui hoje a maior cobertura do setor no território brasileiro, com 78 lojas, distribuídas em 24 estados, além do Distrito Federal, e trabalha com uma oferta de produtos desenvolvida especificamente para as necessidades de seu público-alvo, que incluem produtos das marcas líderes e de sua marca própria Aro. Além disso, a companhia opera 71 restaurantes, 34 postos de combustíveis e 23 lojas Speciale – adega e empório espalhados pelo país.

Para outras informações acesse o sitewww.makro.com.br. O Makro também está presente nas principais redes sociais:

Twitter: http://twitter.com/makroatacadista

Facebook: http://www.facebook.com/makro.atacadista

Guia do empreendedor: www.makro.com.br/guiadoempreendedor