ContaAzul anuncia novas vagas em Joinville (SC)

Padrão

A ContaAzul anuncia novas vagas para sua sede em Joinville (SC). A companhia vai iniciar processo de recrutamento de talentos para as áreas de design, vendas, atendimento, engenharia, comercial e marketing, com foco em ajudar o empreendedor a organizar cada vez mais o próprio negócio.

Criadora da plataforma de gestão online para pequenas empresas mais usada no Brasil por donos de negócios e contadores, A ContaAzul procura candidatos com características compatíveis com o propósito da empresa, que é movida pela crença de que todo empreendedor merece o sucesso. “Com tecnologia, facilitamos o desafio da organização e removemos as barreiras que impedem o empreendedor e o contador de se dedicarem ao sucesso do negócio”, explica Vinicius Roveda, CEO.

“Nós aumentamos a capacidade de donos e donas de negócios manterem sua empresa organizada e terem mais tempo para se dedicar ao seu sucesso ao mesmo tempo em que desenvolvem uma aliança ainda mais forte com seu contador, que nós também ajudamos ao tornamos automáticas tarefas repetitivas e manuais. Com isso eliminamos a perda de tempo para os dois lados e ajudamos empreendedor e contabilidade a trabalharem juntos, a partir da mesma plataforma, facilitando o sucesso de ambos”, completa Roveda.

Além das oportunidades previstas para o segundo semestre de 2017, a empresa registra um crescimento de receita próximo a 100%, com uma média de 1.500 novos clientes pagantes por mês e já conta com um time de mais de 200 colaboradores.

Os interessados em contribuir nesses moldes, podem se candidatar através do endereço www.contaazul.com/vagas, onde estão listadas as oportunidades:

· Analista de User Experience (UX)
· Engenheiro de Dados
· Engenheiro de segurança de softwares
· Assistente de infraestrutura de softwares
· DevOps
· Engenheiro de Software Front-End
· Engenheiro de Software Back-End
· Gerente de marketing
· Supervisor de Vendas
· Encantador de Clientes

“A empresa tem um propósito muito forte. Estamos aqui para impulsionar o sucesso dos donos e donas de negócios. Considerando que as pequenas empresas brasileiras geram 30% do PIB nacional e respondem por 50% dos empregos formais no país pode-se dizer que ajudar essas pessoas é, também, ajudar o Brasil”, diz Roveda. “Todos que se juntam ao time precisam entender com clareza a importância do pequeno empreendedor para o Brasil, bem como o nosso papel de diminuir a complexidade de gerir uma empresas no País”, acrescenta.

Roveda ressalta a importância de se identificar com os valores da empresa, que são a base da cultura ContaAzul:

1. Experiência UAU
2. Nível mundial
3. O Caminho pode ser divertido
4. Somos um time

Os interessados podem se submeter suas candidaturas às vagas em www.contaazul.com/vagas

Sobre a ContaAzul
A ContaAzul (www.contaazul.com) é uma empresa brasileira, fundada em 2011, que oferece inovador sistema de gestão 100% online (na nuvem) para micro e pequenos negócios. A empresa foi a primeira startup brasileira selecionada pela 500Startups, um dos principais programas de aceleração de negócios no Vale do Silício para receber mentoria sobre design, distribuição online e métricas, ficando incubada por quatro meses nos Estados Unidos.

Após o destaque no programa de aceleração de negócios da 500startups, a ContaAzul chamou a atenção de inúmeros investidores ao redor do mundo, recebendo investimentos da Monashees Capital, Ribbit Capital, 500Startups, Napkn Ventures e Tiger Global. Recebeu o prêmio de melhor aplicativo web brasileiro em 2012 e em 2013 foi considerada a melhor startup B2B, além de ter o melhor co-founder, todos reconhecimentos recebidos pela The Next Web (maior publicação europeia sobre startups). Em 2014, foi eleita entre as 10 empresas mais inovadoras da América Latina pela publicação norte-americana Fast Company.

NILTON PELIZZARI É GERENTE DE ENGENHARIA DA PÖYRY, em BH

Padrão

Nilton Carlos Pelizzari assume a gerência de engenharia do escritório de Belo Horizonte da Pöyry, multinacional finlandesa de consultoria e serviços de engenharia, que concentra os projetos da companhia relacionados ao setor de Mineração e Metalurgia. Pelizzari passa a liderar todas as disciplinas de engenharia no escritório, e acumula a função de líder das disciplinas de mecânica e tubulação.

O executivo é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, e tem MBA em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral, de Minas Gerais. Nos últimos 12 meses, trabalhou como gerente Geral na empresa Tetra Tech, liderando projetos na área de mineração em Minas Gerais – desde a fase conceitual até a implantação. Além disso, trabalhou na Vale S.A. de 2000 até 2012, de onde saiu como gerente Geral de Projeto. Neste período, atuou em diversos estudos de viabilidade, projetos básicos e detalhados.

Sobre a Pöyry

A Pöyry é uma empresa global de consultoria e engenharia, dedicada a um modelo de sustentabilidade equilibrada – balanced sustainability – e gestão responsável. Empresa de capital aberto, com ações na Bolsa de Helsinque, a Pöyry vem registrando crescimento médio no Brasil de 12% ao ano nos últimos 10 anos. Em 2013, obteve faturamento global de 650 milhões de euros

Arup contrata estagiários do Programa Ciência sem Fronteiras

Padrão

A Arup, multinacional de engenharia de projetos responsável por obras de grande porte como o Ninho do Pássaro (China), está contratando brasileiros participantes do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) para trabalharem num de seus maiores escritórios do mundo, situado em Nova Iorque (EUA).

De acordo com Ricardo Pittella, que iniciou sua carreira na Arup há 17 anos em Nova Iorque e diretor da empresa no Brasil, a participação nesse programa do Governo Federal é muito positiva para todas as partes envolvidas. “O Ciência sem Fronteiras traz benefícios para os estudantes de forma geral, gerando oportunidades e capacitação. Já para as empresas, ele é bem interessante pois ajuda a atrair grandes talentos brasileiros, dando abertura para sua futura contratação no Brasil”.

Para o engenheiro da Arup Raphael Vidotti, estagiário que participou do CsF, a experiência internacional é muito importante para o currículo dos jovens profissionais. “Ter a oportunidade de trabalhar e estudar num país bem competitivo em relação à tecnologia e inovação já é um grande privilégio. E, além disso, ter conseguido um estágio numa empresa tradicional como a Arup em Nova Iorque, com grande possibilidade de efetivação quando eu voltasse ao Brasil, foi algo muito interessante e desafiador”, conclui Raphael.

Mesmo não tendo participado do CsF, o engenheiro mecânico Andrew Marchesin tem uma história similar: ele está na empresa desde 2002, onde começou como recém-formado em Nova Iorque, e hoje trabalha no escritório de São Paulo. “Os funcionários da Arup costumam ter muito tempo de casa. A companhia tem tradição em atrair e reter os maiores talentos, e o Ciência sem Fronteiras é um caminho muito interessante nesse aspecto”, afirma Andrew.

Criado em 2011 pelo Governo Federal, o CsF tem como meta a promoção de desenvolvimento tecnológico e científico através do intercâmbio de estudantes e pesquisadores em instituições estrangeiras de alto nível. Além de pesquisadores, estão habilitados a participar alunos de graduação e de pós-graduação matriculados em cursos das áreas de ciências exatas e biológicas, nas instituições que aderiram ao programa.

Sobre a Arup
A Arup é uma empresa multidisciplinar de engenharia e consultoria, reconhecida mundialmente por seus projetos inovadores e sustentáveis. Entre suas obras, realizadas em mais de 160 países, as mais famosas são a Sydney Opera House (Austrália), o trem bala Londres-Paris High Speed 1 (Inglaterra), o centro aquático Cubo D´água (China) e as arenas esportivas Ninho do Pássaro (China) e a Allianz Arena (Alemanha). No Brasil, em São Paulo, a empresa está atuando na revitalização do Porto de Santos e no projeto do Centro Cultural Luz; no Rio de Janeiro, a Arup vem trabalhando em projetos relacionados à Olimpíada de 2016, como a expansão do metrô da cidade, a Vila Olímpica e as arenas dos jogos. Fundada em 1946, a empresa tem 11.000 funcionários, em seus 90 escritórios espalhados por 38 países, sendo dois no Brasil: Rio de Janeiro e São Paulo.