Pirelli abre inscrições para 47 vagas no Programa de Estágio

Padrão

A partir do dia 2 de abril, a Pirelli abre as inscrições para o Programa de Estágio Pirelli 2015 – Vagas de Julho. Os estudantes interessados em estagiar na fabricante de pneus devem inscrever-se no site da companhia: www.pirelli.com.br.

Há vagas disponíveis nas unidades fabris de Santo André (SP), Campinas (SP), Feira de Santana (BA) e Gravataí (RS), além da Pneuac, que é a rede de lojas próprias da Pirelli.

Para candidatar-se a uma das 47 vagas, o estudante deve estar matriculado em um dos seguintes cursos do ensino técnico e superior, com formatura prevista para o período de Junho de 2017: Administração, Arquitetura, Comércio Exterior, Ciências Contábeis, Economia, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Relações Internacionais, Sistemas de informação, Técnico em Administração, Técnico em Mecânica, Técnico em Mecatrônica e Técnico em Química.

“Creditamos o sucesso de nosso programa, com procura crescente por parte dos candidatos, à oportunidade de se desenvolver um trabalho consistente ao lado dos melhores profissionais da indústria”, observa  Antonia Magnusson, gerente de Recursos Humanos da Pirelli.

 

Programa de Estágio 2015 – Vagas de Julho Período: 02/04/2015 a 20/05/2015

Inscrições: www.pirelli.com.br

Número de vagas: 47

Benefícios: bolsa auxílio, assistência médica, seguro de vida, auxílio farmácia, transporte fretado, auxílio transporte, vale refeição ou restaurante no local e desconto na compra de produtos da empresa

 

 

A Pirelli abre 80 vagas em Programa de Estágio

Padrão

 

A Pirelli abre as inscrições para o Programa de Estágio Pirelli 2015. São 80 vagas para as unidades de Campinas, Feira de Santana, Gravataí, Santo André e São Paulo e os estudantes devem estar matriculados nos seguintes cursos de ensino técnico e superior:

  • Administração
  • Administração com ênfase em Comércio Exterior
  • Ciências contábeis
  • Ciência da Computação
  • Ciências e Tecnologia
  • Comunicação Mercadológica
  • Comunicação Social
  • Direito
  • Economia
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Telecomunicações
  • Engenharia de Materiais
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia Química
  • Marketing
  • Psicologia
  • Publicidade e Propaganda
  • Relações Internacionais
  • Sistemas de Informação
  • Técnico em Administração
  • Técnico em Eletrônica
  • Técnico em Informática
  • Técnico em Mecânica
  • Técnico em Mecatrônica
  • Técnico em Segurança do Trabalho

Podem se candidatar apenas os estudantes cuja conclusão do curso seja entre julho de 2016 e julho de 2017, sendo que o início do estágio será em janeiro de 2015. As inscrições devem ser feitas no site da Pirelli: www.pirelli.com.br.

“O Programa de Estágio da Pirelli é um dos mais procurado e valorizado por estudantes de diversas áreas e universidades, principalmente porque ele garante a oportunidade de desenvolvimento da carreira, exposição aos diversos níveis da organização, desafios e compartilhamento de experiências com os melhores profissionais do mercado ”, conta Antonia Magnusson, gerente de Recursos Humanos da Pirelli.

Sobre a Pirelli

Com mais de 140 anos de tradição, a Pirelli é uma multinacional italiana consagrada na indústria de pneus, com 22 unidades industriais em 13 países e atividades comerciais em mais de 160 países nos cinco continentes. Na América Latina está presente com sete unidades produtivas, sendo cinco delas no Brasil, onde tem atuação industrial há 85 anos: Gravataí (RS), Campinas, Santo André e Sumaré (SP), Feira de Santana (BA); além de uma na Argentina (Merlo), e outra na Venezuela (Guacara). A empresa emprega mais de 38 mil pessoas no mundo, sendo cerca de 14 mil na América Latina, das quais mais de 12 mil estão nas unidades brasileiras.

 

Pirelli lança programa de inclusão de pessoas com deficiência

Padrão

O Ciao! será implantado em todas as fábricas da Pirelli no Brasil. O programa iniciou este ano com a criação de uma turma-piloto na unidade de Santo André, que conta com a participação de 15 jovens aprendizes da região oriundos da parceria com a APAE e SENAI, visando a capacitação de jovens aprendizes. Os PCDs serão capacitados como assistentes administrativos pelo SENAI, em um curso com duração de um ano. No segundo semestre deste ano, as cidades Gravataí (RS) e Campinas (SP) integram o programa e, em 2015, Feira de Santana (BA).

Todas as turmas de aprendizes passam um estágio prático na companhia, nas áreas administrativas e das unidades, como engenharia, recursos humanos e qualidade. No final do programa, os jovens estarão aptos a ocupar cargos de auxiliares, como, por exemplo, suporte à informática e organização de documentos e de arquivos.

Para garantir a integração das pessoas com deficiência (PCDs) e, ainda, promover uma convivência natural entre os pares, a área de Recursos Humanos e demais setores que receberão os participantes do Ciao! passarão por treinamentos e palestras. “A participação e o envolvimento de todos é fundamental para o resultado final do programa. Temos certeza do sucesso e importância deste programa para a companhia e para a sociedade”, conclui Giusepe Giorgi, diretor de recursos humanos da Pirelli na América do Sul.

“Uma curiosidade é que o nome ‘Ciao’, tradução de ‘Oi’ para italiano, foi inspirado nas iniciais dos conceitos que norteiam o programa, que são Convivência, Inclusão, Autonomia e Oportunidades”, comenta Giorgi.

Ciao! em evolução

O programa não para por aí: as próximas etapas estão em fase de estudo, cuja elaboração tem como objetivo aumentar ainda mais a inclusão de pessoas com deficiência, sem limite de idade. Neste momento, a Pirelli está mapeando postos de trabalho que possam aumentar e se encaixar neste programa inclusão.

Sobre a Pirelli

Com mais de 140 anos de tradição, a Pirelli é uma multinacional italiana consagrada na indústria de pneus, com 22 unidades industriais em 13 países e atividades comerciais em mais de 160 países nos cinco continentes. Na América Latina está presente com sete unidades produtivas, sendo cinco delas no Brasil, onde tem atuação industrial há 85 anos: Gravataí (RS), Campinas, Santo André e Sumaré (SP) e Feira de Santana (BA); além de uma na Argentina (Merlo), e outra na Venezuela (Guacara). A empresa emprega mais de 38 mil pessoas no mundo, sendo cerca de 14 mil na América Latina, das quais mais de 12 mil estão nas unidades brasileiras.